Estética

Pilates e seus benefícios na saúde

O pilates tem se popularizado cada vez mais e ganhado mais adeptos. Você sabe exatamente o motivo disso? Vamos começar pela definição: o pilates pode ser considerado um conjunto completo de exercícios que trabalham tanto o corpo, quanto a mente. Foi criado no ano de 1920 pelo alemão Joseph Pilates, daí o nome. Já foi considerado tanto por pacientes, quanto por alguns especialistas como a melhor estratégia da atualidade para quem quer aprimorar o condicionamento físico.

O grande objetivo do pilates, desde o seu surgimento, é promover a integração entre o corpo, a mente e o espírito. Quem o pratica, aos poucos começa a ter controle sobre os músculos do corpo e aprende a usar corretamente os princípios da força que podem ser aplicados a cada osso do esqueleto humano. É o princípio da Contrologia, defendido pelo criador da técnica.

Quem se dedica ao pilates, percebe o grande número de benefícios proporcionados pela atividade: obtenção de maior controle corporal; equilíbrio; aumento da flexibilidade; correção da postura; fortalecimento dos músculos; melhoria da coordenação motora; alívio do estresse, das tensões, e até de algumas dores crônicas, além do relaxamento.

Pilates conheça mais sobre suas vantagens:

Pilates na saúdeEmbora várias tenham sido citadas, as vantagens não param por aí! Os praticantes de pilates aprendem a respirar corretamente; têm o seu sistema circulatório estimulado, o que melhora o processo de oxigenação de todo o organismo; tornam-se mais concentrados e têm a eliminação de toxinas do (corpo) facilitada. Com tantos benefícios, fora outros mais particulares que não foram citados, fica fácil entender o porquê dessa excelente técnica estar fazendo tamanho sucesso.

As aulas podem ser feitas individualmente (método mais comum), mas também em duplas ou trios. Há um grande repertório de exercícios, desse modo, não há uma repetição monótona que muitas vezes acontece em outras atividades físicas. Os resultados começam a aparecer relativamente rápido, e são duradouros.

O pilates pode começar a ser praticado na infância e se estende até a terceira idade, sem limites. O método pode ser aplicado por fisioterapeutas, educadores físicos e, até mesmo, profissionais de dança. Se você ainda não conhece, procure fazer uma aula experimental para entender, na prática!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.