Saúde corporal

Saúde bucal e seus cuidados

A saúde bucal não pode e nem deve ser separada da saúde geral do organismo, assim como um maestro e seus músicos. Nossa boca é continuamente desafiada por infecções causadas por bactérias, vírus e fungos. Qualquer lesão na mucosa da boca pode ser contaminada por micro-organismos presentes na boca ou adquiridos de outras pessoas, aumentando o risco de doenças, desde uma DST até problemas circulatórios.

Afta, herpes, excesso de saburro e outros problemas de saúde, que começam na boca, podem denunciar que seu corpo pede cuidados.

A boca abriga uma grande quantidade de micro-organismos que residem na superfície dos dentes, nas próteses ou na própria mucosa, formando um ecossistema chamado biofilme. As bactérias podem causar doenças locais, como a cárie, a gengivite e a periodontite.

Mas também podem desencadear problemas em outras partes do corpo. Elas podem penetrar nos tecidos e na corrente sanguínea, liberando substâncias tóxicas e estimulando uma inflamação e até uma infecção grave. Por todas estas razões, a importância de visitar o seu dentista periodicamente.

Saúde bucal

Câncer bucal: É um tumor que pode afetar todas as estruturas da cavidade oral. A incidência é alta no Brasil, com mais de 10 mil novos casos por ano, levando ao óbito cerca de 3.500 pessoas. No início, surge uma ferida na boca que pode não provocar dor, mas não cicatriza. Os principais fatores de risco são:

  • Idade superior a 40 anos
  • Fumo de cachimbos e cigarros
  • Consumo de álcool em excesso
  • Má higiene bucal
  • Uso de próteses dentárias mal-ajustadas

Saúde bucal Mau Hálito: Ocorre inadequada higiene bucal, gengivite, periodontite, cárie, canal inflamado, ingestão de determinados alimentos, tabaco, boca seca e doenças do estômago, fígado e rins. Pode ser mais evidente no período matutino, devido à menor produção de saliva durante a noite, o que contribui para a deterioração dos ácidos e de outras substâncias no interior da boca.

Entenda como problemas na boca, dentes e gengiva influenciam transtornos em outros cantos do corpo.

Cérebro: Uma inflamação grave na boca, uma gengivite ou cárie, pode evoluir e contribuir para um derrame (AVC).

Pulmões: As bactérias da periodontite podem comprometer ainda mais doenças respiratórias.

Gravidez: As bactérias da gengivite e da periodontite escapam no corpo da gestante, chegando a placenta podendo antecipar o trabalho de parto.

Coração: As bactérias da periodontite são potencialmente perigosas para indivíduos com problemas no coração e endocardite infecciosa.

Pâncreas: Processos inflamatórios que começam pela boca, gengiva e dentes, promovem a resistências à insulina produzida pelo pâncreas abrindo caminho a diabetes e lesões em vasos e órgãos.

Juntas e ossos: Há indícios de que a doença periodontal, devido ao seu processo inflamatório, seja capaz de piorar as condições de uma articulação que já sofre com dor (foco).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.